quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Lista de Materiais: Falsa economia

Individualmente, fazer o que se pede abaixo:
a) Com base no video "fuja das falsas economias", destaque nos pontos importantes abordados no mesmo, que relacionado ao tema "custo de Oportunidade", custo ou lucro econômico. Destaque, citando exemplos que demonstre a ocorrencia onde, como e quando o custo de oportunidade pode ser melhor do que a alternativa escolhida..

b) POSTAR, os registros do item a), de forma que possa contribuir para socialização em sala de aula.
OBSERVAR A DATA DE FECHAMENTO DESTA SALA

Exemplo:
                                                    
           Falsas Economias – Nome do Acadêmico


   De acordo com o vídeo (Episódio 06 – fuja das falsas economias), a gente faz uma falsa economia olhando para o preço do produto. Um exemplo é quando uma pessoa vai comprar um chinelo, e ela decide comprar dois chinelos, em função do preço, ela esta comprando mais do que precisa. Neste caso, ela está estocando um produto e o dinheiro que poderia ser investido em outra coisa, fica parado. Nós não percebemos quando gastamos mais do que deveríamos, mas lá na frente, quando geram outras despesas, daí nos percebemos que aquele dinheiro que estava no produto estocado, poderia pagar tal dívida. Nem sempre o que está barato, será mais econômico. As falsas economias não estão somente em promoções ou compras mal feitas, mas também está presente nos maus negócios, um exemplo, é quando um empresário compra um imóvel bem localizado para instalar um mercado, ele percebe que durante os meses rendiam R$ 8mil. Caso ele optasse por alugar o imóvel, o aluguel mensal rendia aproximadamente R$ 10mil, esse seria o seu custo de oportunidade, ele não aparece na contabilidade, mas mostra ao empresário a melhor opção para empregar o imóvel. Temos que nos conhecer na hora de comprar, investir ou tomar qualquer decisão para não cair nas falsas economias, é sugerido levar uma lista daquilo que estamos realmente precisando, para não levar para casa aquilo que não precisamos ou que não vamos usar tão cedo. É bom também fazer os cálculos na hora de investir ou comprar, para não ter prejuízo, perdendo dinheiro e ficar insatisfeito com qualidade do produto ou insatisfeito com o resultado de tal investimento.

Um comentário: